Busca

Blog da Neza Cesar no Twitter

Viajar !

 
 

Viajar !

Um de meus grandes prazeres nessa vida é viajar!

Viajar pelo mundo, pela natureza, pelos vilarejos de meu país e do planeta, viajar dentro da minha própria rotina...

Criar e transformar me faz feliz e faço isso o tempo todo, sem querer... acontece!

`As vezes estou na maior tensão num daqueles dias...  abrir uma foto já me faz viajar.

Estas aqui, foram tiradas em Istambul, um lugar mágico e de inspiracão inesgotável ainda mais  para mim, uma maximalista plugada em cores e misturas.

Este cantinho fazia parte de uma grande area aonde funcionava como biblioteca e encontros culturais na época do Sultão.

Ai que delícia, já me imaginei lá imediatamente!

Me encanta a harmonia que existe entre tantas misturas de materiais, estampas e cores.

Soube por uma guia de lá que eles aproveitavam  o que tinham,  por isso tantas misturas e amei mais ainda saber disso por que pensei... " Nossa, eles já tinham

sustentabilidade na mente e transpiravam arte!

Imaginem que gostoso se jogar num sofá destes... veludo vermelho com tamanho de uma cama ao lado daquelas janelas embutidas em nichos aonde no verão uma brisa suave refrescava o lugar.

Além daquela, notei  que  em outras salas  havia sempre o elemento água  que  escorria ou jorrava por algum lugar em  diferentes maneiras trazendo frescor para a estação do verão e o elemento fogo, também presente  em lindos fogareiros  gengiskhans ou lareiras  de ferro  que me passavam conforto emocional   e aconchego , me imaginando  na estação do inverno...

Outra beleza desse palácio TopKapi é a magia que a luz transmite ao invadir o local atravessando janelas deslumbrantes em alturas e estilos diferentes ou em vitrais de cor e forma magnifica.

Janelas que invadem os tetos em belíssimos afrescos que me transmitiam alegria e um certo nocaute no coração!

Finalmente, as misturas corajosas e surpreendentes nas cores que  enchiam meus olhos enquanto  percorriam cada detalhe e ali fluia em mim a certeza de que temos que ter coragem para podermos ser livres!

Com amor, Neza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por: Neza Cesar às 12h14

Para chegar a algo que nunca teve deve fazer algo que jamais fez.

 
 

Para chegar a algo que nunca teve deve fazer algo que jamais fez.

Como de costume, a tal promessa de finalizar a pintura de casa, na sexta... lógico que não aconteceu, apesar de saberem que eu tinha uma aula de culinaria para varias pessoas em minha casa, no sábado.

Mas... nada é por acaso nesta vida!!!

Terminei a semana completamente exausta... absolutamente sem forças então resolvemos que a aula de culinária Ayurvédica ministrada pela divina Laura Pires seria peti comitè e bem familiar já que nossa casa estava de perna pro ar!!!!!

Foi perfeito. A turminha: Manuela (minha querida  filha) e seu divertido  namorado Duski, Jessica (amiga de infancia da Manu e filhota da casa), meu marido Serginho e eu... além de nossa mestra Laurinha, é claro!

Nunca cozinhei em minha vida, só ovos mexidos maravilhosos no café da manhã mas sempre achei o máximo aquelas pessoas que entram na cozinha e fazem uma comida gostosa  com o que tem na casa. Olhando a Laura cozinhar com tanta facilidade e rapidez comidinhas deliciosas e muito saudáveis  resolvi tomar coragem e ingressar no mundo da cozinha para pelo menos tentar...

Tivemos um sabado divertido, diferente e ainda por cima finalizamos com um almoço detox, que todo mundo estava precisando... e incrivelmente delicioso!

Desde sexta feira estou em dieta detox, comendo muito... tudo delicioso e me sinto incrivelmente melhor em disposição, energia e com intestino funcionando sem activia e muito melhor!!!

Para chegar a algo que nunca teve deve fazer algo que jamais fez.. como é bom tornar uma frase que agente admira em Realidade!!!!!

Viva!!!!

Muitos beijos com amor, Neza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por: Neza Cesar às 14h36

A Morte !

 
 

A Morte !

Esta semana um grande e querido amigo meu , que eu não via a alguns anos, morreu!

Sabe aquele amigo que em uma epoca de sua vida foi seu best friend ? … que fazia parte de uma turma best friend e que nem precisavamos falar ?

Agente se gostava e se entendia pela nossa propria energia!  Este era ele!

Eramos todos doidos demais!!!!! Não estávamos presentes em nossas vidas, eramos boas pessoas, bom coração, mas … perdidos em nossa sensibilidade em total choque com o mundo árido e superficial.

Penso em sua morte … e isto me leva a lembrar… a ver .. a re ver… minha vida!!! Nossas vidas…

Em como fui criança quando já tinha idade de adulta… em como preferia rir, fazer guerra de mostarda no Uncle Bob’s, dançar e beber champagne francesa…geladinha e me abster do momento presente, de estar presente ali, naquele momento e saber aonde  estava e o que estava fazendo!

Quanto tempo perdido em fugir de si mesmo!!!

Olhar para si mesmo e enfrentar nossos demonios dá trabalho !!!!

… e todo mundo quer um jeito rápido e fácil de resolver a vida, mas este jeito não resolve e não funciona, aliás, não existe!

Olho para meu momento presente e fico satisfeita em enchergar meus progressos, a duras penas!!! por que , não é nada fácil agente ter que se encarar… mas é a única saída , para esta vida ter significado .

Vejo a vida deste meu querido amigo interrompida e penso… que significado teve esta vida ? Para que? Por que?

O que ele construiu??  Bens materiais???  e o que isto fez a diferença em sua vida?

Fama? sucesso? ferrari … e agora? o que isto faz a diferença em sua morte?

A resposta que me vem é sempre a mesma, Nada!!!!

Nenhuma diferença faz ou fez em sua vida , de real e efetivo.

Morreu aos cinquenta anos, jovem, bonito, bem sucedido financeiramente mas sem um significado maior, uma luz, uma busca espiritual… perdido em si mesmo .

Isto me faz lembrar da urgencia  em vivermos já, em harmonia, buscando o amor, a compaixão e o perdão, por todos os seres.

Vivermos na verdade, no nosso melhor… na coragem de olhar para o que não gostamos em nós e na disciplina de mudar isto, mesmo que seja tão difícil! Praticamente impossivel… O impossível não existe!

Penso em sua morte… na morte em si , e sei que chegará para mim tambem, assim, fico ainda mais atenta ao que estou realizando, ao que sou e ao que ainda  tenho que aprender…. e a mudar em mim !!!

Com amor,

Neza

Por: Neza Cesar às 10h36

Plenitude

 
 

Plenitude

Na sexta feira, quando voltei para casa, Sergio e eu decidimos jantar e descansar um pouquinho antes de pegar a estrada. Deitei ao seu lado e encostei minha cabeça em seus ombro masculino e forte… que prazer, aquele sentimento de proteção e aconchego! Dormi profundamente…

Acordei as 3 e meia da madrugada e decidimos pular da cama, arrumar tudo e pegar a estrada curtindo a lua cheia e o nascer do sol chegando na Morada da Paz.

Saindo de São Paulo, eu já me sentia como uma criança iniciando uma aventura… ai, como adoro sair desta cidade imensa que nos escraviza e nos tira mais, do que nos dá.

A intensidade de minha satisfação foi aumentando quanto mais agente ia se infiltrando nas estradas e finalmente na estradinha de Monteiro Lobato, que ao meio de fazendinhas, sitios e arvores frondosas… o dia começava a nascer… aonde a cor purpura dominava o azul cobalto e a luz do sol se insinuava com um brilho dourado, magnifico, aquecendo meu coração!

De repente, ele surgiu por trás das montanhas, deslumbrante!!! Nos roubando um suspiro de emoção e prazer ao mesmo tempo.

Paramos o carro e saímos para saudá-lo!!!! Abri meus braços e agradeci!!!!!

Que delícia o frescor da manhã…

Chegamos e fomos direto para o vilarejo comprar pão fresco, meu biscoito de polvilho predileto, alem do queijo branco Saint Germain, feito artesanalmente que é uma delicia!!!

Quando chegamos em casa, o Sathya e o Shanty corriam felizes reconhecendo cada florzinha… felizes e saltitantes, com seus rabos a mil por hora!

O Serginho ascendia o fogão de lenha enquanto eu fazia o café e colocava nossa mesa de café da manhã da nossa roça amada!

Sabe, caminhando pela relva fresca naquela manhã ainda fria mas ensolarada, me perguntei seriamente… como consegui ficar tanto tempo longe deste lugar??

Depois de uma prazeiroza refeição, deitamos nas redes que ficam a céu aberto e dormimos embalados num silencio profundo aonde só se ouvia o suave cantar dos pássaros… e sentíamos em nossa pele o calor do sol da manhã.

Com amor, Neza.

 

 

 

 

Por: Neza Cesar às 10h41

Quem dança os males espanta!

 
 

Quem dança os males espanta!

Desde que voltei para o Brasil, na verdade… São Paulo, vivi exageradamente cada minuto para o trabalho e para a espiritualidade. Contato com o sagrado e com a vida real absoluta!

Dez dias se passaram… e chegou a sexta feira … como que avisando que tudo estava ficando mais suave, menos urgente… mais alegremente divertido, terminei minha semana em uma apresentação, numa novissima Escola de Dança, que se entitula Anaçã, que significa dança no idioma tupi.

Uma escola que me trouxe de volta ao primeiro mundo e tambem ao meu passado … que tive , apaixonada por dança.

Fui aluna da Penha de Souza, em sua escola, fiz clássico e moderno.

Fiz Marta Graham… e jazz com Jo jo’s Smith, em N.Y. Alem de ter me deliciado no  Dupret ballet Dance em Los Angeles.

Em São Paulo, alem da Penha, que foi minha grande musa, tive aulas de sapateado na Joyce, street dance… e  jazz com a Regina Kalil,uma de minhas mestras, que jamais poderia esquecer… e a grande surpresa de minha sexta feira foi encontra-la … lá, nesta escola… aonde terei a alegria de fazer a aula desta personagem fascinante, novamennte… depois de tantos anos!!!

Enquanto assistia as apresentações , minha emoção crescia e me sentia, a  cada minuto que passava,  mais e mais , parte daquele ambiente!!!

Percebia que todo corpo docente era profundamente comprometido com a arte de dançar e tinham uma marca comum, que era um não sei o que , de felicidade interior…um sorriso espontaneo nos olhos!!! Um body language que me permitia enchergar, saúde em todos os sentidos. Mental, espiritual e física.

Tive, a sorte de assistir a alegria e a beleza de uma jovem de 75 anos ,Veronica, professora de Ballet clássico, interpretando uma releitura do clássico… maravilhosa!

Um casal dançando Tango, que me emocionou… ao ponto de meus olhos se encherem de lágrimas, varias vezes, diante de tanta perfeição e arte!!!

Pensei como seria gostoso fazer aula com eles, eu e meu marido… se estendendo a todos os casais que se amam !

Como aquele dançar transmitia leveza e sensualidade suave e amorosa. Dançar Tango com nossos parceiros e  trazer  a paixão e a sensualidade a tona!!!!

Assistia ao Bolero … e a todas as danças de salão, com um sorriso gostoso e insistente em meus lábios… alem da walk dance que me  fez ser criança de novo e me deu  uma enorme  vontade de pular  e sorrir,  pensei… com 36 modalidades de dança, só fica deprimido , quem tiver apego a depressão!!!!

Por: Neza Cesar às 10h04

Ir para UOL - Casa e Imóveis

Sobre a autora

Formada em artes plásticas, Neza começou sua carreira como estilista como proprietária das marcas Frank&Stein, Neza Cesar e Workout. Passando rapidamente pelo paisagismo, repaginou sozinha a decoração de sua casa e fez sucesso entre amigos que pediam pra fazer o mesmo em suas casas. Então, fez um curso de Interior designer em Nova York. Firmando-se na carreira e estando em muitas capas de revistas especializadas nacionais e internacionais.

Sobre o blog

Resolvi começar um blog para dividir minhas experências e minha forma de ver o mundo. Assim, em janeiro de 2009 a “morada da paz” entrou na rede. No blog escrevo sobre minhas experiências de auto conhencimento, de vida, estilo, decoração e arte.Antenada e sempre antecipando as tendências, virou um ícone de modernidade, o blog é um mix de design, arte, viagens, estilo de vida.

Histórico

© 1996-2010 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.
Hospedagem: UOL Host